quarta-feira, 26 de março de 2014

DESAFIO: Grissinis

Adicionar legenda
Grissini é um tipo de pão italiano, em formato de palito, bem crocante e perfeito para acompanhar pastinhas e patês! Vocês devem se lembrar da versão industrializada da Bauducco que, atualmente, se chama "Biscuit", muito utilizada para servir aperitivos! 

Mas quando falamos da versão "caseira" dos Grissini, estamos falando de algo totalmente diferente, tanto na estética quanto no sabor e textura! 

A receita básica da massa leva farinha, água, fermento, açúcar, sal e azeite. A versão mais tradicional é coberta com gergelim branco, mas as possibilidades são inúmeras! Esta é mais uma daquelas receitas em que a criatividade pode voar alto!! No livro Illustrated Baking, de onde tirei a receita básica, há algumas sugestões bem legais, além do gergelim: com páprica e parmesão, com presunto de parma (enrolado no grissini depois de assado)... Na internet, encontrei variações feitas com ervas frescas, com sal grosso... 

A receita é demorada (como qualquer pão feito com fermento biológico ou fresco), pois há dois momentos de espera para crescimento da massa e exige uma certa destreza no momento de se cortar as tiras e colocá-las na forma para assar... 

Minha primeira tentativa foi um fracasso total... Mas a culpa foi totalmente minha (embora a receita do livro pedisse mais água que o necessário - fui esperta e dosei a água aos poucos, evitando que a massa ficasse grudenta)... Falta de atenção e cozinha não combinam mesmo! Olhem o que aconteceu: a massa estava no seu segundo tempo de crescimento (dentro do forno desligado) e eu fui buscar o meu filho na escola... Para "adiantar", resolvi ligar o forno (que é elétrico) e me esqueci completamente que a massa estava crescendo lá dentro, sobre uma tábua de silicone e coberta por um pano de prato!! Por sorte, voltei a tempo de perceber a burrada e retirar a tábua do forno, antes que tudo pegasse fogo!! Mas a massa estava perdida... Moral da história: nunca ligue seu forno antes de olhar se há algo lá dentro! Básico, não??

A segunda tentativa foi um sucesso: fiz a receita básica, mas inclui páprica (doce e picante) na massa e cobri metade dos grissinis com gergelim e a outra metade com parmesão! Ficaram lindos, rústicos e dourados... Pessoalmente, o sabor do parmesão me encantou mais... E você, qual prefere? Acho que terá que provar os dois antes de emitir uma opinião! rs! Bon Appetit!

Grissini

(30 unidades)

  • 3 colheres de chá de fermento biológico seco
  • 3/4 de xícara de água morna
  • 1 colher de sopa de açúcar
  • 2 1/4 xícaras de farinha de trigo
  • 2 colheres de sopa de azeite
  • 2 colheres de chá de sal
  • 1 colher de chá de páprica doce
  • 1/2 colher de chá de páprica picante
  • gergelim para a cobertura
  • parmesão ralado para a cobertura

Dissolva o fermento em 1/4 de xícara de água morna. Deixe descansar por 5 minutos. Em uma tigela grande, coloque a farinha, o sal, o açúcar, as pápricas. Faça um buraco no centro e coloque o azeite e o fermento dissolvido. Comece a misturar tudo, juntando o restante da água aos poucos (não coloque tudo de uma vez, para poder ir sentindo a textura - quando soltar das mãos sem grudar, não precisa mais colocar água). Sove na bancada por 10 minutos, até a massa ficar bem elástica. Coloque em uma tigela grande, cubra com filme plástico e deixe descansar por 1 hora (ou até dobrar de volume).
Sove novamente e abra a massa em uma bancada salpicada com farinha em um retângulo de 15x40cm.


Cubra com papel manteiga e com um pano de prato limpo. Deixe descansar por 45 minutos.
Aqueça o forno a 200 graus. Pincele um pouco de água sobre a massa e coloque a cobertura (gergelim ou parmesão ralado - ou ambos, dividindo a massa), pressionando levemente. Com uma faca afiada, corte fatias de 1 cm (com 15 cm de altura) e coloque-as em uma forma salpicada com farinha de trigo (ou forrada com silpat ou silicone), deixando 2 cm de distância entre os grissinis.
Leve para assar por 10 minutos, até ficarem douradinhos. Deixe esfriar em uma grade e guarde em um pote hermético.


Dica: Se ficarem moles, é só voltar ao forno por mais 5 minutos.


Sirva com pastinhas, como acompanhamento de sopas, cozidos, massas... Ou com esta deliciosa abobrinha marinada com azeite, limão siciliano e alecrim da foto...




5 comentários:

  1. Bia... estas coisas doidas acontecem com a gente na cozinha mesmo! Mas enfim, ficaram lindos os seus grissinis. Esta é uma receita que eu gostaria de testar, ainda não me aventurei.
    Beijos e boa semana!
    Fabiola

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi querida! Obrigada pelo incentivo!! Bjs!

      Excluir
  2. Fiz. Deu certo. Ficaram lindos. A forma caiu. Quebrou tudo :( Tudo bem, vou fazer outro dia. Obrigada pela receita. Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que dó.... Já aconteceu isso comigo, mas com uma bandeja de brownie... rs

      Excluir