terça-feira, 11 de abril de 2017

DESAFIO LIGHT: Pão de Arroz Cru (de Liquidificador)!

Pão de Arroz Cru (de Liquidificador)
Quando vi esta receita na internet quis prepará-la na mesma hora! Pena que é impossível, porque a parte mais "complicada" dela é deixar o arroz cru de molho na água por 4 horas! Assim, pacientemente, coloquei o arroz de molho e esperei... esperei... esperei... Quando (finalmente) as quatro horas se passaram, demorei um 10 minutos para preparar toda a receita! E mais uns 35 minutos para assar!

Mas, nem tudo são flores... A primeira tentativa da receita foi um fiasco completo! Havia um erro na receita original (por isso nem estou mencionando a fonte aqui...), dizendo que era 1 xícara de óleo de coco, além de 1/2 xícara de azeite! Enquanto preparava, achei que ia ficar "meio" oleoso, por isso reduzi o óleo de coco pela metade! Mesmo assim ficou horrível!! Aí, mudei tudo: substitui o óleo de coco (que deveria ser "leite de coco" na receita original) por creme de leite leve (1 pacotinho) e o azeite por óleo vegetal (deixa menos sabor). Aí ficou perfeita! Não é uma receita super "light", mas é sem glúten e sem lactose (se optar pelo leite de coco ou creme de leite de soja). Na minha próxima tentativa, vou usar arroz integral para ver como fica (e deixar com mais fibras!).

Embora seja chamado de "Pão", parece mais um bolo salgado. Fica macio e bem neutro! Em um jantar para as amigas, servi acompanhado de uma salada thailandesa, com tiras de pepinos e pimenta dedo de moça! Surpreendeu!!

Pão de Arroz Cru

1 pão médio


  • 1 xícara de chá de arroz cru (de molho por 4 horas e escorrido)
  • 4 ovos
  • 1/2 xícara de óleo vegetal (coco, soja, algodão...) ou azeite extra virgem
  • 1 pacotinho de creme de leite leve (ou creme de leite de soja ou leite de coco - para ser sem lactose)
  • 1 colher de chá de sal
  • 1 colher de sopa de fermento (para bolo)
  • óleo vegetal para untar

Aquecer o forno a 180 graus. Bater todos os ingredientes no liquidificador, menos o fermento. Misturar o fermento e colocar a massa em forma de bolo inglês, untada com óleo. Levar ao forno por 35 a 40 minutos, até dourar e ficar seco por dentro (espete um palito para ver se está seco). Deixe esfriar um pouco e desenforme!

Bon Appetit!

DESAFIO LIGHT: Panqueca Funcional de Banana

Panqueca Funcional de Banana
Antes de falar da receita propriamente dita, gostaria de abordar um tema mais geral e que está bastante em voga atualmente: a Alimentação Funcional.

O termo "funcional" para alimentação vem sendo bastante utilizado - e criticado. Quem critica diz que todo alimento é "funcional", pois tem alguma função nutricional para nosso organismo. Quem defende, diz que o alimento funcional é aquele que traz benefícios nutricionais ao organismo, em comparação a outros alimentos similares industrializados ou processados.
Segundo o site do Ministério da Saúde (clique aqui), Alimentos Funcionais são alimentos ou ingredientes que produzem efeitos benéficos à saúde, além de suas funções nutricionais básicas.Os alimentos funcionais caracterizam-se por oferecer vários benefícios à saúde, além do valor nutritivo inerente à sua composição química, podendo desempenhar um papel potencialmente benéfico na redução do risco de doenças crônicas degenerativas, como câncer e diabetes, dentre outras.
Posto isso, vamos avaliar a nossa receita de hoje: Panqueca "Funcional" de Banana, que leva (apenas) 3 ingredientes: banana (claro!), ovos e farelo de aveia.
  • Banana: Rica em fibras, potássio, triptofano, fósforo, cálcio, magnésio e vitaminas A, C, B1, B2 e B6, controla a pressão arterial, evita câimbras e dores nos músculos. O Triptofano previne e trata a depressão, pois atua na produção de serotonina (o hormônio do bem estar).
  • Ovo: É um alimento extremamente nutritivo, com baixo valor calórico (70 calorias por unidade) e que gera "saciedade", sendo uma excelente fonte de proteínas (cerca de 6 gramas - ou 8% das necessidades diárias). É rico em ácidos graxos (ômega 3) e possui valores consideráveis de vitamina A, D, E e Complexo B. Também fornece quantidades boas de fósforo, selênio, ferro, iodo, cálcio e zinco.
  • Aveia: Alimento rico em fibras, ajuda a controlar níveis de açúcar no sangue, evitando sobrecarga de glicose e insulina (auxílio no tratamento da Diabetes Tipo 2). Suas fibras (betaglucanas) intensificam a ação imunológica, diminuindo o risco de infecções. Possui também vitaminas e minerais antioxidantes, que reduzem os radicais livres (combate ao envelhecimento das células).
Agora, imaginem todos esses benefícios para o seu organismo em uma mesma receita? É incrível ou não é?? Nossa panqueca é vegetariana (sem carne animal) e sem lactose. Por outro lado, não é vegana (pois leva ovo, de origem animal) e não é indicada para alérgicos a glúten (pois a aveia, apesar de não conter glúten na sua essência, normalmente é processada com outros cereais com glúten aqui no Brasil, o que pode contaminá-la).

Resumindo, é uma receita deliciosa (de verdade), com ingredientes fáceis de encontrar, rápida de preparar e extremamente saudável! Ideal para um lanche ou para uma sobremesa!

Panqueca Funcional De Banana

(4 panquecas)

  • 2 ovos
  • 2 bananas
  • 2 colheres de sopa de farelo de aveia
  • óleo de coco para untar a frigideira
  • rodelas de banana e geleia de frutas vermelhas sem açúcar (opcional)
  • mel (opcional)
Bata no liquidificador os ovos, as bananas e a aveia até ficar homogêneo. Aqueça uma frigideira antiaderente (se necessário unte com o óleo de coco). Com uma concha, faça as panquecas e vire cuidadosamente quando estiverem douradas no lado de baixo. Sirva com rodelas de banana, geleia de frutas vermelhas sem açúcar ou mel.



Versão com rodelas de banana por cima e Geleia de Frutas vermelhas sem açúcar
(servida em um jantar fitness para minhas amigas queridas).
Bon Appetit!


quinta-feira, 16 de março de 2017

DESAFIO LIGHT: Suflê de Abobrinha, Ricota e Aveia!

Suflê de Abobrinha, Ricota e Aveia - deliciosamente light!
Muita gente, atualmente, está optando por uma alimentação mais saudável e nutritiva. Algumas para perder peso (a obesidade é uma doença que está se alastrando no Brasil), outros para melhorar a qualidade de vida (reduzir colesterol, pressão, diabetes...). Independentemente do motivo principal, comer menos carne vermelha, gorduras saturadas, alimentos industrializados e priorizar frutas, verduras e legumes, carnes brancas, além de grãos e oleaginosas é uma tendência para todos que pretendam viver mais (e bem).

Tenho testado muitas receitas nesta linha (#desafioslight) e incorporado ao dia a dia da família... Houve um pouco de reclamação no início (afinal, quem não aprecia um belo pedaço de picanha ou uma lasanha a bolonhesa??), mas, aos poucos, a sensação de "leveza" e de bem estar ao se alimentar com refeições mais leves contagia a todos! (menos ao meu filho, que quase me matou quando preparei um hamburguer de quinoa com beterraba! kkkkk).

Meu desafio tem sido encontrar receitas saudáveis e, ao mesmo tempo, saborosas! Abobrinha, berinjela, abóbora, batata doce, mandioquinha, mandioca são ingredientes que podem se transformar em deliciosos (e leves) receitas.

A abobrinha é a estrela deste suflê, super fácil de fazer, que também leva ricota e aveia. "Funcional" e gostoso! Sirva como entrada, em porções individuais, acompanhado de salada!

Suflê Light de Abobrinha, Ricota e Aveia

(4 porções)

  • 2 a 3 abobrinhas raladas com casca no ralador grosso
  • salsinha picada a gosto
  • 200g de ricota fresca sem sal
  • 1/2 xícara de farelo de aveia
  • 3 ovos
  • 4 colheres de sopa de azeite
  • sal e pimenta do reino a gosto
  • parmesão ralado para polvilhar
Aqueça o forno a 180 graus. Bata no processador a ricota, a aveia, o azeite e os ovos. Misture em uma tigela grande as abobrinhas raladas, a salsinha, a ricota batida com ovos, sal e pimenta. Coloque em um refratário grande (ou refratários individuais) e cubra com o parmesão ralado. Leve ao forno médio até dourar a superfície e e o interior estar firme. Sirva quente, morno ou frio, acompanhado de salada verde.



E Bon Appetit (light!)

terça-feira, 14 de março de 2017

DESAFIO LIGHT: Crepioca, o Crepe de Tapioca!

Crepioca (versão com queijo branco, tomate, manjericão)
Quem está na onda fitness já conhece esta receita incrível, facílima de fazer, saborosa (sim! algo saudável e light pode ser saboroso sim) e mega versátil! Versátil porque pode ser consumida no café da manhã, substituindo o pão, em uma alternativa sem glúten e com muitas proteínas; pode substituir uma refeição, se recheada com queijo minas, tomate, manjericão, acompanhada de salada... pode vir na versão "doce", recheada de banana e canela, perfeita para sobremesa ou para um lanche...

São apenas 2 ingredientes: farinha de tapioca e ovo. Low carb, sem glúten, sem lactose. Só não é vegana porque tem ovo. São 128 calorias, 9,7g de gordura, 10g de proteína e 3g de carboidrato. Na dieta dos pontos, seriam 4 pontos bem aproveitados! (importante: essa quantidade de calorias/pontos é para a receita toda abaixo, que rende de 2 a 3 crepiocas, dependendo da grossura e do tamanho da frigideira).

Dá para aumentar a quantidade de proteína, ômega 3 e de fibras colocando sementes de chia (previamente hidratadas) ou de linhaça. Fica ainda mais saudável. Tenho certeza que esta receita também vai virar sua "queridinha"!

Crepioca

(rende 2 a 3 crepiocas)

  • 1 ovo
  • 1 clara
  • 2 colheres de sopa de farinha de tapioca
  • 1 colher de sopa de chia hidratada (opcional)
Bater tudo no liquidificador (menos a chia, que deve ser misturada depois). Pode ser misturada também apenas com um garfo (fica menos homogênea). Aquecer uma frigideira com fundo anti aderente, despejar 1 concha da massa, espalhar bem e, quando as bordas começarem a soltar, virar para cozinhar do outro lado. Rechear a gosto!

Na frigideira antiaderente
Virando a crepioca

Prontas para rechear a seu gosto!

Crepioca com Banana e Canela

Crepioca com Queijo Branco, Tomate e Manjericão

Crepioca na Versão com Chia, recheada de creme de ricota
Bon Appetit!!

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

DESAFIO LIGHT: Pastinhas feitas a base de Tofu, deliciosamente veganas!

Pastinhas de Tofu com Ervas Frescas e Alho e outra
com Damasco e Nozes
 Como vocês já devem ser notado, não sou vegana ou vegetariana, mas sou adepta de uma alimentação saudável! Outro dia li em uma revista que existe uma nova denominação para pessoas como eu, que não são radicais em relação a comer carne, mas que curtem muito frutas, verduras, legumes e alimentos integrais: flexitarianos! Me lembrou um pouco o carro "flex", mas acho que o conceito é parecido!! kkkkkk (para quem não sabe a diferença, o vegetariano não come animais que foram mortos, mas come seus subprodutos como ovos, leite, mel, o vegano não come NADA de origem animal e o flexitariano prefere comer vegetais mas come carne de vez em quando, sem radicalismos).

Quando entrei para uma onda mais "fitness" na alimentação e na atividade física (em Novembro de 2016 decidi emagrecer 4 kg, ganhos por conta de aventuras gastronômicas em viagens de férias e a trabalho), comecei a perceber que, além da perda de peso e do ganho de massa muscular, também comecei a me sentir melhor, sob todos os aspectos. Minhas enxaquecas frequentes praticamente sumiram, a TPM foi bastante reduzida, a disposição para levantar de manhã aumentou, a pele ficou mais firme, o inchaço do abdômen sumiu, a celulite diminuiu bastante...

Basicamente, as principais mudanças foram: (1) comecei a tomar suco detox em jejum (a base de couve, laranja, gengibre, banana e chia - vejam o post sobre isso); (2) tirei o glúten do café da manhã (substituindo por tapioca de queijo branco ou por omelete ou por ovos cozidos ou por crepioca - uma mistura de ovos com tapioca); (3) comecei a fazer regularmente 6 refeições diárias, contando as calorias de todas elas (para ajudar, usei um app no celular chamado Dieta e Saúde), até 1500 calorias; (4) reduzi também os carboidratos em geral, comendo mais proteínas magras (peixe, ovos, frango e carne vermelha magra) e priorizando grãos integrais (arroz integral, aveia, quinoa); (5) cortei os doces (com açúcar ou com adoçante) e substitui por frutas in natura ou shakes de frutas... (6) comecei a fazer exercícios físicos todos os dias, por no mínimo uma hora (caminhada, transport, localizada, pilates), também com a ajuda de dois apps: Sports Tracker (para monitorar as caminhadas) e o Workout Trainer, com muitas sugestões de sequencias de exercícios para fazer em casa.

O mais importante é descobrir o que faz você se sentir bem! Afinal, estar no peso não é só uma questão de estética, é uma questão de saúde física e mental!! E, mesmo em paz com a balança (estou cravada nos 54kg - tenho 1,63 de altura), continuo no mesmo ritmo de alimentação e atividade física!

Momentos da Empreitada "Fitness"!

Um dos ingredientes muito utilizados na alimentação funcional (por ter muitas proteínas) e nos cardápios veganos (por ser de origem vegetal) é o tofu, ou queijo de soja. Muito presente na culinária japonesa, servido "in natura" com molho de soja (shoyu) e cebolinha picada, ainda é pouco conhecido e utilizado pelas pessoas em geral. Eu mesma comprei só uma vez anteriormente, para uma receita tailandesa, mas lendo sobre nutrição, percebi que este era um ingrediente que deveria fazer parte do meu cardápio e das minhas receitas!

Testei o tofu como alternativa a maionese, creme de leite e ricota, no preparo de pastinhas para aperitivo. Fiz duas versões: uma com ervas frescas (colhidas da minha hortinha) e alho e outra com damasco e nozes. Servi com torradinhas de arroz integral, da Camil. Servidos como aperitivo em um jantar com 3 amigas, foi um sucesso! Todas falaram: nossa, nem parece que é queijo de soja!! rs

Pastinha de Tofu com Ervas Frescas e Alho

(1 pote de 200 gr)


  • 200 gr de tofu com um pouco do líquido
  • ervas frescas lavadas e picadas (manjericão, alecrim, tomilho, salsinha, cebolinha, sálvia...)
  • 1 dente de alho picado
  • 1 colher de sopa de azeite extra virgem
  • sal e pimenta do reino a gosto

Bata todos os ingredientes no processador e sirva com torradinhas de arroz integral.

Pastinha de Tofu com Damasco e Nozes

(1 pote de 250 gr)


  • 200 gr de tofu com um pouco do próprio líquido
  • 6 damascos secos picados
  • 1 porção de nozes picadas grosseiramente
  • 1 colher de sopa de azeite extra virgem
  • sal e pimenta do reino a gosto

Bata todos os ingredientes (menos as nozes) no processador. Junte as nozes no final e bata só para misturar (e não destruir as nozes). Sirva com torradinhas de arroz integral.



E Bon Appetit!

As amigas que testaram as pastinhas de tofu, no Jantar "Fit"!


DESAFIO LIGHT: Hamburguer de Batata Doce e Quinoa, com Cebola Roxa Caramelizada, Maionese de Abacate e Saladinha de Folhas com Molho de Chia!

Hamburguer de Batata Doce e Quinoa,
com Cebola Roxa Caramelizada,
Maionese de Abacate e
Saladinha de Folhas com Molho de Chia!
Como vocês já devem ter percebido, a onda "fitness" chegou aos Desafios!! E tem desafio gastronômico mais legal que fazer pratos super saborosos e, ainda por cima, saudáveis?? Este prato é um pouco trabalhoso, tem vários itens na sua composição, mas o resultado é uma refeição completa, balanceada, com pouca gordura e com vários alimentos considerados "funcionais": batata doce, quinoa, couve, chia, abacate... Foi servido em um jantar todo "fit" para 3 amigas muito queridas (e que não são totalmente adeptas da alimentação saudável... rs).

A receita do hamburguer foi inspirada no blog Figos e Funghis. A receita da maionese de abacate veio de uma nutricionista que sigo no Instagram e no Facebook, e que dá dicas muito legais sobre alimentação saudável: Jessica Ribeiro, de Salvador. O restante foi invencionice minha mesmo!! Mas as vítimas, digo, as convidadas a provar o prato, aprovaram!! Só não quiseram fazer a série de 300 abdominais que eu propus após o jantar! kkkkk

Além do Hamburguer, servi também umas Pastinhas de Tofu como aperitivo, uma Torta Light de Abobrinhas, Ricota e Aveia e, de sobremesa, Panquecas Funcionais de Bananas com Calda de Amoras e Cranberries! Aguardem estas outras receitinhas logo, logo aqui no blog!

Hamburguer de Batata Doce e Quinoa, com Cebola Roxa Caramelizada, Maionese de Abacate e Saladinha de Folhas com Molho de Chia e Balsâmico

(6 a 8 porções)

Para o Hamburguer de Batata Doce e Quinoa

  • 2 batatas doces roxas, descascadas e cortadas em pedaços médios
  • 2/3 xícara de quinoa cozida em água e sal
  • salsinha picada a gosto
  • curry a gosto
  • 2 ovos batidos
  • sal e pimenta do reino moídos na hora a gosto
  • azeite para untar

Cozinhe bem as batatas doces. Escorra. Aqueça o forno a 220 graus. Unte uma forma grande de teflon com azeite. Amasse bem as batatas doces e junte os demais ingredientes até formar uma massa bem homogênea. Forme 8 hamburgueres e coloque na forma. Leve para assar por 20 minutos. Vire os hamburgueres e deixe assar do outro lado. Tire do forno e reserve em local aquecido.




Para a Cebola Roxa Caramelizada

  • 3 cebolas roxas cortadas em rodelas finas
  • 1 filete de azeite
  • 1 colher de chá de açúcar mascavo
  • sal a gosto

Em uma frigideira grande, frite as cebolas com azeite até ficarem bem douradas. Acrescente o sal e o açúcar e deixe caramelizar. Reserve.

Para a Maionese de Abacate

  • 1/2 abacate maduro
  • 1/2 xícara de salsinha picada
  • 1 dente de alho picado (opcional)
  • 1 colher de sopa de mostarda amarela (ou sementes de mostarda)
  • sal e pimenta a gosto
  • 1/2 xícara de azeite extra virgem

Bata todos os ingredientes no liquidificador, menos o azeite. Depois de bem batido, ligue o liquidificador na potência baixa e vá juntando o azeite aos poucos, até engrossar. Reserve.

Para a Salada de Folhas com Molho de Chia

  • folhas de alface crespa
  • folhas de alface roxa
  • folhas de couve (sem o talo)
  • 2 colheres de sopa de chia hidratada (deixar em um pouco de água por umas 2 horas)
  • 4 colheres de sopa de azeite extra virgem
  • 2 colheres de sopa de aceto balsâmico
  • 2 colheres de sopa de água
  • sal e pimenta do reino a gosto

Lave bem as folhas, pique bem e reserve. Misture a chia, o azeite, o balsâmico, a água, o sal e a pimenta, até virar uma emulsão. Reserve.

Monte o prato: coloque as folhas verdes picadas na metade do prato; na outra metade, coloque o hamburguer com uma porção de cebola roxa por cima; ao lado, um pouco da maionese de abacate. Finalize as folhas verdes com o molho de chia e balsâmico. Sirva imediatamente!

O prato pronto!!

Obrigada, amigas queridas, por compartilharem mais este momento "Desafios Light"!!

E Bon Appetit!