segunda-feira, 31 de outubro de 2011

DESAFIO: Fazer uma receita típica de Bari/Puglia: Taralli al Finocchio!

Taralli al Finocchio
(Rosquinhas de Erva-Doce)
Você sabe o que são "Taralli"?? Se você não é italiano ou não mora na Moóca, provavelmente não sabe, assim como eu, até comprar um livro de culinária da Folha de São Paulo, com receitas originárias da Puglia!
"Taralli" são rosquinhas salgadas, feitas de farinha, azeite, sal e vinho branco, que tem um jeito de preparo bastante inédito, pelo menos para mim: depois de feita a massa, ela é cozida (como se fosse um gnocchi) e depois assada! E uma observação na receita me chamou a atenção: poderiam ser guardadas em potes herméticos por vários meses!

A receita que encontrei no livro da Folha ainda leva sementes de erva-doce: Taralli al Finocchio! Eu também não sabia que finocchio era "erva doce"! Gastronomia também é cultura!! rs... Resolvi experimentar a receita no dia em que iria receber um casal de amigos e os taralli seriam o "aperitivo", para tomar com um bom vinho italiano!


Taralli al Finocchio
(Rosquinhas de Erva Doce)
  • Ingredientes dos Taralli
    500 gr de farinha de trigo
  • 3 colheres de sopa de azeite extra virgem
  • 1/2 xícara de vinho branco
  • sal e sementes de erva doce a gosto (eu pus bastante!! rs)
Embora os ingredientes sejam simples, a forma de preparo não é tão simples assim...

Misture bem a farinha, o azeite, o sal e a erva doce. Junte o vinho branco aos poucos e vá sofando, até formar uma massa bem homogênea. Deixe descansar por 30 minutos.


Pegue pequenas porções da massa, faça uma "minhoquinha" e enrole no seu dedo indicador, fechando as pontas para formar uma "rosquinha". Aqueça uma caçarola de água e cozinhe as rosquinhas até boiarem. Retire, coe bem a água e acomode em uma assadeira grande, de preferência de teflon (eu coloquei papel manteiga e os taralli grudaram muito...).



Asse até que fiquem dourados (demora quase uma hora).

Quando ficaram prontos, achei que havia feito algo errado... Estavam duros demais!! As crianças provaram e tiveram que morder com o canto da boca, onde os dentes são mais fortes! Uma dentadura sem "Korega" dificilmente resistiria...rs

Resultado: desisti de servir para meus amigos... Substitui o aperitivo por um queijinho brie com geléia de framboesa e torradinhas... Paciência, né, nem sempre a gente acerta...

Mas a história (aparentemente triste e fracassada) dos taralli não terminou por aí... Ao final do jantar, quando as visitas estavam quase de saída, minha amiga entrou na cozinha para me ajudar com o café e deu um grito: "VOCÊ FEZ TARALLI, NÃO ACREDITO!!!!" Abriu o pote, mordeu (com vontade, obviamente) e disse: "Nossa, está perfeito!!" E saiu com os taralli cozinha a fora, para mostrar ao marido... Foi aí que "caiu a ficha" (desculpem os mais jovens por esta expressão tão "démodé"...rs)! A Simone e o Bernardo moram na Móoca! E não é só! A família do Bernardo é de Bari, na Puglia!! Ele provou e ficou até emocionado com o "sabor de infância"!! Que coincidência incrível!!

E foi assim que os Taralli, que são realmente "duros prá caramba" (e por isso podem ser guardados por meses), não foram parar no lixo!! Aprendemos a entender a sua textura, o seu sabor! Tudo é uma questão de hábito!! E Viva la Italia!!

Taralli al Finocchio (Rosquinhas de Erva Doce)

14 comentários:

  1. Bia achei o escrito do Taralli no post espetacular e o brigado pela citação.Acredio que vc, vai achar interessante este "post", mesmo sendo de 2010. - veja o link.:

    http://www.saopaulominhacidade.com.br/list.asp?ID=4609

    Para sua referencia, quando ele fala em Lameirão, ele esta querendo se referir a uma vila de casa que fica perto da Rua da Alfandega no Braz (ela mudou de nome) minha uma das minhas tias avós morou lá e hoje ainda é um reduto de Bareses...Se quizer, podemos visitar algumas pessoas e comprar comidas tipicas da Puglia. as menionadas no texto, ainda hoje são feitas artezanalmente e para poucos.

    Bom, vejamos.....Ricota ascante....... eu tenho; cebola pode-se comprar; fava eu tambem tenho; chicoria tambem pode-se comprar....Se tudo for combinado, podemos fazer um jantar Bares.

    Divirta-se e piccicatella é o Tarallo em dialeto bares (vc, tem que provar a de açucar......)

    Bernardo

    ResponderExcluir
  2. Bernardo, adorei conhecer mais sobre a culinária de Bari!! E quanto ao jantar típico, convite aceito!!!!

    ResponderExcluir
  3. Bia, amei também! Sou fã dos seus escritos!! Vamos marcar o jantar!!. Bjs Simone

    ResponderExcluir
  4. Só uma observação, o finocchio italiano nãotem o mesmo gosto da erva doce brasileira, é completamante diferente, espero que vc tenha feito com o verdadeiro finocchio pois sair´muito mais gostoso!
    abraços. Vou testar esta receita.

    ResponderExcluir
  5. Eu utilizei uma erva doce bem maior que o normal, bem diferente da erva doce tradicional. Espero que esta seja o finnocchio italiano, mas não tenho certeza!

    ResponderExcluir
  6. Ai, eu sou neta de bares e AMO esta comida, tanto cozinhar quanto comer!! Já fiz a piccicatella (taralo ou taralli), faço richitella tbm (orechiette), ficazza (focazza), ficaccella (que é frita e mto boa), fava, sardela, canolo (singular de canoli..rs), panna cota, e AMO favas, vou fazer este fim de semana. Como é bom encontrar pessoas q tem o mesmo gosto e história! Estou tentando aprimorar a receita da sfogliatella mas a massa é hiper difícil, ainda não cheguei lá, mas um dia chego! Amo comida italiana (Napolitana, Siciliana, etc.) mas a baresa é demais!!! Um grande abraço, se vcs chegarem a ler este comentário e tiverem mais receitas a gente pode trocar por aqui... Fernanda Pellegrini

    ResponderExcluir
  7. Nossa, Fernanda! vou apresentar você para o meu amigo Bernardo, que também é barês!! Bjs, Bia

    ResponderExcluir
  8. Fernanda, eu procuro a receita de Piccicatella a muito tempo e até agora não encontrei ninguém que soubesse fazer.Nasci no Brás meus vizinhos eram de Bari Fiquei feliz ao ler que você tem a receita.Você poderia me ensinar a fazer, por favor?Fico muito agradecida.

    Victoria Cruz

    ResponderExcluir
  9. Gente!!!! estive recentemente na região da Puglia e olha este biscoito foi a coisa mais saborosa que pude provar, tinha com tomate seco e cebola, azeitonas e cebola.Nossa!!! me dá agua na boca só de pensar, vou tentar fazer essa receita. beijos

    ResponderExcluir
  10. Meus pais são de Bovino Foggia e estes biscoitos duros são o sonho de mia mamma oggi com 77 anni per favore onde compro pronto tanto o doce como o salgado estou pedindo socorro.Grazie e buona notte

    ResponderExcluir
  11. Meus pais são de Bovino Foggia e estes biscoitos duros são o sonho de mia mamma oggi com 77 anni per favore onde compro pronto tanto o doce como o salgado estou pedindo socorro.Grazie e buona notte

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Padaria São Domingos, na rua São Domingos no Bexiga.

      Excluir
  12. Por favor se alguem souber do doce, meu marido é de Potenza perto de Bari, e em dialeto diz chamar Mastaciolli... alguem sabe? É aquele que tem um glacê por cima... Eu adoro!

    ResponderExcluir