domingo, 23 de outubro de 2011

DESAFIO: Fazer um Polpetone tão gostoso quanto o do Jardim de Nápole!

Polpetone Alla Parmigiana dos Desafios Gastronômicos
Vocês já devem ter percebido que eu ando em uma fase meio "italiana"... Nos últimos tempos preparei Tortellini, Lasagna, Gnocchi... Aprendi a fazer o molho de tomates do restaurante Taormina... E, continuando esta "tendência" tão saborosa, me desafiei a fazer um dos pratos mais famosos da gastronomia paulista: o Polpetone do Jardim di Napoli! É tão famoso que até virou fast food! Provei o prato no Shopping Market Place e me surpreendi: o prato estava delicioso, feito na hora!! Só não é muito barato para fast food, mas, afinal, não dá para querer tudo, não é?
Polpetone do
Jardim di Napoli

Busquei inspiração para a receita na internet, e encontrei uma que me pareceu interessante, no Blog Kamila na Cozinha. Mas não havia a receita do molho de tomate... Aí veio a ideia: porque não usar a receita do Taormina??

A receita é um pouco trabalhosa (prá variar), mas é possível fazer com antecedência e só gratinar na hora... Enquanto você espera gratinar, prepare uma massa curta. Eu servi com fusilli regado no azeite com alho e folhas de manjericão... Ficou bem gostoso e suculento, com o recheio de mussarela escorrendo ao se cortar o polpetone (até as fotos ficaram parecidas, não ficaram?? rs)... Mas, da próxima vez, eu vou colocar mais molho... A receita abaixo já está adaptada para resolver este probleminha... Aumentei a quantidade do molho e diminui a de carne!!

Polpetone alla Parmigiana (6 pessoas)

Para o Polpetone
    Ingredientes para o Polpetone
  • 1 kg de patinho moído
  • 300 gramas de farinha de rosca
  • 3 ovos grandes
  • 100 gr de queijo parmesão ralado
  • noz moscada a gosto
  • sal e pimenta a gosto
  • 300 gr de muzzarela ralada (no ralador grosso)
  • 100 gramas de farinha para empanar
  • óleo para fritar
Para o molho de tomate
  • 2 kg de tomates maduros
  • 10 dentes de alho
  • 1/2 xícara de azeite
  • 1 punhado de folhas de manjericão
  • sal e pimenta do reino a gosto
Para gratinar
  • 100 gr de queijo parmesão ralado ou mussarela ralada.
Comece preparando o molho de tomate: corte a tampinha dos tomates e cada tomate em quatro. Coloque em uma panela grande e deixe cozinhar por uns vinte minutos, ou até que os tomates comecem a desmanchar. Passe todos os tomates por uma peneira, retirando a pele e as sementes.

Aqueça uma caçarola com o azeite. Retire as cascas dos dentes de alho e faça pequenos cortes em cada dente. Coloque para fritar no azeite até ficarem dourados. Junte o molho de tomate e as folhas de manjericão. Tempere com sal e pimenta e deixe ferver. Abaixe o fogo e deixe cozinhar com a panela destampada por 1 hora e meia. Reserve.

Molho de Tomates do "Taormina"
Prepare os polpetones. Misture a carne moída, os ovos e a farinha de rosca. Junte a noz moscada, o sal, a pimenta e o queijo ralado e misture bem até encorporar.


Divida a massa em bolas de 100 gramas cada (cerca de 14). Abra cada bola no formato de um hamburguer, coloque uma porção generosa de mussarela e cubra com outra bola aberta, pressionando bem as laterais para que não abram na fritura. Passe cada polpetone na farinha de empanar. Repita esta operação até montar de 6 a 7 polpetones.




Aqueça uma frigideira grande com óleo e frite os polpetones até ficarem dourados (cerca de 3 minutos cada lado). Retire o excesso de gordura com papel toalha.



Disponha os polpetones em uma assadeira grande, cubra com o molho de tomate e o parmesão e leve ao forno médio para gratinar (cerca de 30 minutos).

Polpetones gratinando no forno...
Sirva com uma massa curta, como fusilli, penne ou gravatinha.

Polpetone alla Parmigiana dos Desafios Gastronômicos!!

E Bón Appetit!!

19 comentários:

  1. Qual diferença entre farinha de rosca e farinha de empanar? Não preciso passar por gema antes de fritar, como num bife a milaneza normal?? Obrigado, João Henrique

    ResponderExcluir
  2. Olá João Henrique, você pode usar a farinha de rosca para empanar, sem problemas. Mas existem farinhas especiais para empanar, um pouco mais grossas que a rosca tradicional (marca Wickbold, por ex). Quanto ao ovo, não é necessário, pois a massa de carne fica bem úmida e a farinha adere bem. Espero ter esclarecdo suas dúvidas! Abraços, Bia

    ResponderExcluir
  3. Lindissimo seu Blog.
    To aqui anotando varias ideias.
    Mas desculpinha por fazer uma piccola correçao nesse post, se me permite?
    Napoli è tao Sul quanto a Sicilia.
    (Se algum italiano do Norte le que Napoli nao è Sul, vai ter um piti!!!) rs.
    Beijos e lindo lindo lindo seu blog, to apaixonada!!!

    ResponderExcluir
  4. Bia (Desafios Gastronomicos)25 de julho de 2012 17:38

    Ana Carolina! Está registrada a "errata"!! rs Beijos, Bia

    ResponderExcluir
  5. posso fazer com carne moiada mesmo?

    ResponderExcluir
  6. Olá Anônimo que perguntou da carne moída! Pode ser feita com qualquer tipo de carne moída, mas eu coloquei "patinho" porque é carne de primeira, com pouca gordura! Abraços, Bia

    ResponderExcluir
  7. O meu polpetone abriu na hora de fritar :(
    Acabei assando, mas mesmo assim, a mussarela vazou :(

    ResponderExcluir
  8. Olá Patricia! Fiquei pensando o que pode ter acontecido com seus polpettones... Talvez a massa tenha ficado mole demais (neste caso, colocar mais farinha de rosca), ou talvez vc tenha colocado recheio demais(o recheio deve ser colocado somente no centro) ou, ainda, você não fechou bem as laterais (que devem ser bem pressionadas). Espero ter ajudado, caso vc tente uma próxima vez! Bjs, Bia

    ResponderExcluir
  9. Olá Bia, acordei um uma vontade louca de saborear o Porpetone do Jardim de Nápoli e mais uma vez, você me socorre... muito obrigada pela generosidade em dividir suas receitas com os meros mortais do lado de cá da telinha, sempre de forma clara, didática e porque não dizer genial. Saúde, felicidade e prosperidade... Sua eterna adimiradora Sandra Vaz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida Sandra... Estou (realmente) com os olhos cheios d´água... Este blog dá muito trabalho e pouco dinheiro (rs...), mas quando eu leio um comentário como o seu, meu coração se enche de alegria por ter podido "fazer a diferença" no dia de alguém... Te agradeço por vir aqui me contar isso... Um grande beijo, Bia

      Excluir
  10. Que delicia!!!!! Ótima receita e fantástica forma de explicar.

    ResponderExcluir
  11. Oi Bia...estava procurando uma receita de polpettone e encontrei a tua. Com certeza vou fazer para o dia dos pais. Achei linda...agora vou confirmar se realmente ficam deliciosos como parece na foto. Só gostaria de saber se posso fazer com antecedência. Gostaria de montar no sábado à noite para finalizar no almoço de domingo. Estou pensando em deixa-los empanados. Posso?

    ResponderExcluir
  12. Eu fui ao Jardim de Napoli (a casa do popetoni) há uns 20 anos, toda vez que lembro dessa experiência encho a boca de água!!! Estando em Curitiba fica difícil fazer um pedido pelo disk entregas Rsrsrs. Agora eu decidi, vou fazer eu mesmo, me parece muito fácil e prática a sua receita e pela experiência de cozinha que tenho já sei que vai ficar uma delícia. Obrigado pela postagem com a receita deste tradicional prato Paulista que ficou por anos como o melhor prato paulistano.José Luiz Boldrini.

    ResponderExcluir
  13. Fiquei na dúvida quanto ao molho de tomate.. os tomates devem ser cozidos na água ou sem nada mesmo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem nada mesmo! Eles soltam muita água!

      Excluir
    2. Sem nada mesmo! Eles soltam muita água!

      Excluir
    3. Obrigado pela resposta. Outra dúvida é em que momento se tira as sementes do tomate. Tira a pele também?obrigado

      Excluir
    4. Tanto as sementes quanto a pele saem quando os tomates são passados na peneira. Depois de aferventa los por 20 min!

      Excluir