quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

DESAFIO: Fazer um Bolo de Milho, com sabor de infância e milho de verdade!!!

Bolo Cremoso de Milho
Por motivos óbvios, as pessoas adoram me sugerir desafios! Aliás, este sempre foi o propósito do blog, o que me deixa muito feliz!!!

Alguns desafios são feitos porque são difíceis... Outros, porque são os pratos preferidos de algum amigo ou família... Há desafios, porém, que são estimulados por nossas lembranças distantes, por nossa infância... Por puro saudosismo!!

Quando era pequena, costumávamos ir sempre ao sítio em Juquitiba... E nosso caseiro, na época, plantava alguns pés de milho que, miraculosamente (para nós, crianças), cresciam rapidamente e davam lindas espigas! Espigas estas que viravam pequenas "bonecas", com olhos pintados de canetinha e "cabelos ruivos", ou, ainda, nas mãos de minha habilidosa mãe, se transformavam em curau, pamonha, bolo de milho...


Mas hoje a vida é feita de praticidade! Tudo se compra pronto! Até o milho fresco foi, pouco a pouco, substituído pelo milho em lata... Há misturas prontas para curau, para creme de milho, para bolo de milho... A gente até se esqueceu de como o milho verde fresco pode ser um ingrediente saboroso...

Minhas lembranças de fazer curau com minha mãe, embora distantes no tempo, estão bem vívidas em minha memória: tínhamos que ralar, pacientemente, as espigas até extrair um caldo que era devidamente coado, para ficar sem as cascas... Açúcar, canela e fogo... Até engrossar... Depois, era só colocar na geladeira, decorar com canela e se deliciar! Ainda mais quando o milho havia sido colhido no pé, por você mesma!!

Este saudosismo aflorou em um café com minhas amigas Glória e Sofia... Meio da tarde, um cafezinho para dar uma relaxada no trabalho e "bateu uma fominha"... Que tal dividir um pedaço do Bolo de Milho que está na vitrine? Parecia tão apetitoso! E estava mesmo! Tão singelo, tão brasileiro, tão saboroso! É um bolo diferente, mais "consistente", com textura de um pudim, bem douradinho nas bordas.

E lá fui eu procurar uma receita de Bolo Cremoso de Milho... Procurar não foi bem o termo... A receita do bolo praticamente "pulou" no meu colo! Vendo uma revista sobre cafés, havia uma reportagem sobre bolos simples, ideais para tomar com um café quentinho. E lá estava a receita de Bolo de Milho da Maya Midori: Milho fresco, leite de côco e outros ingredientes, tudo batido no liquidificador!!

O maior trabalho foi separar os ingredientes! Até mesmo "debulhar" as espigas de milho foi muito simples: é só colocar a espiga em pé e, com uma faca afiada, ir cortando os grãos de milho. Depois, é só bater tudo no liquidificador e levar para assar!

Bolo Cremoso de Milho


  • 2 xícaras de milho cru (cortado de cerca de 3 espigas de milho)
  • 4 ovos
  • 2 xícaras de açúcar
  • 2 colheres de manteiga
  • 1 colher de sopa de fermento
  • 1 xícara de leite
  • 1 vidro de leite de côco
  • 4 colheres de sopa de farinha de trigo
  • óleo para untar
  • assadeira com fundo removível de 25 cm de diâmetro


Aqueça o forno a 180 graus. Unte a assadeira com o óleo. Bata todos os ingredientes no liquidificador por 5 minutos. Coloque na forma e leve ao forno por cerca de 40 minutos, ou até crescer bem e ficar bem dourado. Deixe esfriar (vai murchar um pouco) e desenforme.


Ficou perfeito: douradinho por fora, cremoso e bem amarelinho como uma pamonha mais consistente por dentro... Dava prá sentir as casquinhas do milho e o leve sabor do leite de côco! Que sabor de infância eu senti! E as "meninas" do escritório também aprovaram, dizendo que estava igualzinho ao bolo que apreciamos tanto naquele café! Bón Appetit!!


E aí, fica a pergunta: com este resultado final lindo e delicioso, com uma forma de preparo simples, com ingredientes naturais e frescos, faz sentido comprar massa pronta de bolo?? Eu acho que não... E você, o que acha?? Deixe aqui a sua opinião!!


11 comentários:

  1. Para mim, nao faz qualquer sentido comprar bolos pré feitos! Adorei a sua receita! Uma delicia! Cm toda a certeza.

    ResponderExcluir
  2. Olá Pedra de Sal!! Realmente, compartilhamos da mesma opinião! Mas fiz o mesmo questionamento no Facebook (na Página dos Desafios Gastronômicos), e muita gente adora a mistura pronta!! Dá uma olhada lá nos comentários, é muito interessante ver a "discussão" do assunto!! Beijos, Bia

    ResponderExcluir
  3. Engraçado como nosso cérebro guarda as coisas, né? Quando penso em milho-verde, logo lembro das vezes em que, no sítio, passávamos um dia inteiro envolvidos no preparo de pratos com milho. Os homens iam para o plantio, traziam sacos e mais sacos, as crianças ajudavam a descascar, as mulheres ralavam e ficavam em volta do fogão de lenha. Era uma festa só. Adoro essas lembranças e seu post, mais uma vez, proporcionou uma viagem à infância. Beijão

    Karina

    ResponderExcluir
  4. Que legal, Karina! Temos histórias muito parecidas! E como somos sortudas de ter vivido uma infância assim!! Pena que as crianças de hoje só ficam na frente do computador e da tv... beijos!!

    ResponderExcluir
  5. Quantas saudades de nossos lanchinhos à tarde no escritório!!!
    Esse bolo de milho é demais! A Sofia comentou que tinha comido um bolo teu que mais parecia uma pamonha! Eu fiz e ficou uma delícia!!! Bjs e muitas saudades!!

    ResponderExcluir
  6. Malizinha, que saudade de você!!! bjs

    ResponderExcluir
  7. Oláa, se não tiver milho fresco, posso colocar o milho em conserva?

    ResponderExcluir
  8. Mayara, pode sim, mas tire toda a água! Bjs, Bia

    ResponderExcluir
  9. Será q daria certo fazer com o milho já cozido? Tenho umas espigas de milho q cozinhei semana passada e ja tava cansada de comer milho, congelei as espigas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Patrícia! Esta receita dá certo também com milho em conserva (que é cozido), de modo que acredito que vá ficar ótima com seu milho cozido! Bjs! Bia

      Excluir
  10. Olá a Quantia de farinha de trigo seria isso mesmo, ou posso acrescentar um pouco mais para que a massa não fique tão cremosa?

    ResponderExcluir