segunda-feira, 21 de maio de 2012

DESAFIO: Lembrar da minha infância comendo "pinhão"!!

Pinhões (foto da net)
Enquanto curto o calorzinho da minha cozinha nesta noite fria de maio e escuto a panela de pressão assobiar, escrevo este singelo post sobre um ingrediente cheio de lembranças para mim: o pinhão!

Araucária (foto da net)
Em nosso sítio em Juquitiba havia um enorme pé de araucária que, uma vez ao ano, presenteava as crianças com saraivadas de pinhões, que caiam aos montes na terra quando o vento soprava mais forte... Era uma delícia catar os pinhões, principalmente quando ainda estavam inteiros, depois de resistir aos ataques ferozes das maritacas barulhentas e famintas! Os melhores eram os pinhões com o corpo claro, mais frescos e cheios de recheio! Depois de encher os sacos com os pinhões, o próximo passo era atormentar minha mãe para que os cozinhasse logo! Tarefa esta que não era simples, posto que as sementes da araucária são muito duras e só se rendem à quase uma hora na panela de pressão para ficarem macias, prontas para serem mordidas na base e liberarem a sua parte interior, bem branquinha e carnuda... (acho que esta minha descrição está um pouco erótica demais... rs).

Todas estas lembranças foram despertadas no último final de semana, quando fomos à Campos do Jordão. Em cada ponto da avenida principal havia alguém vendendo sacos de pinhão! Afinal, a mata de Campos do Jordão, tropical de altitude, se não me falha a memória das minhas aulas de Geografia no colegial, é perfeita para a Araucaria angustifolia. Nesta época, basta entrar na mata e colher os pinhões que se esparramam pelo chão!

Pinhões de Campos do Jordão (foto da net)

A pinha e os pinhões (foto da net)

Trouxe comigo, para São Paulo, dois sacos grandes de pinhão... Cheguei a pesquisar algumas receitas na internet... Até me surpreendi com a versatilidade deste ingrediente pouco explorado na nossa gastronomia... Bolo de Pinhão, Carne com Pinhão, Farofa de Pinhão, Bombocado de Pinhão... (clique aqui para acessar algumas destas receitas...) Pensei, pensei, e decidi preparar o pinhão do jeito mais simples... E, enquanto a panela de pressão assobia, eu espero para me sentir criança de novo, comendo pinhão tirado do pé da árvore no sítio de Juquitiba...

Pinhão Cozido

  • 1 kg de pinhão
  • 1 litro de água
  • 1 colher de sopa de sal bem cheia
Corte a pontinha dos pinhões para facilitar o cozimento (opcional). Cozinhe o pinhão por 40 minutos. Deixe esfriar um pouco e sirva ainda morno (se esfriar ele fica duro e é impossível tirar da casca!). 


Por do Sol em Campos do Jordão (foto da net)


2 comentários:

  1. Shirlene Ribeiro Macedo24 de maio de 2012 10:46

    Bom dia, Parabéns pelo seu blog eu gosto muito e adoro cozinhar. Vou enviar uma receita com pinhao:
    Deve enviar para onde?

    Beijao da sua admiradora
    SHIRLENE RIBEIRO MACEDO
    shirleneimoveis@brturbo.com.br

    ResponderExcluir
  2. Olá Shirlene! Obrigada pela receita de Farofa de Pinhão! Vou testar e postar aqui no blog! Adorei!!

    ResponderExcluir