domingo, 25 de novembro de 2012

DESAFIO: Preparar um prato com um ingrediente típico português, a Alheira!

O desafio da Alheira começou em um jantar com degustação de vinhos que fomos com meus pais, em um empório de vinhos em Moema (Infinity). Foi um evento agradabilíssimo, com um jantar delicioso preparado por dois jovens chefs do Via Carlo Buffet! Um deles, o Juan Soares, é chef de cozinha da Rede TV! e tem só 19 anos! Isso é que é vocação!! Para harmonizar com o jantar, vinhos da Occhio Nero, importados da Itália, com excelente relação custo benefício.

Após o jantar, fomos comprar algumas garrafas dos vinhos degustados (óbvio!! rs) e acabei encontrando as tais alheiras portuguesas... Embora tenha sangue português nas veias (minha mãe é neta de portugueses), eu nunca havia preparado nada com este embutido! Estava lançado o desafio!!

As duas alheiras ficaram "esquecidas" na geladeira por algumas semanas até que, ontem, resolvi prepará-las para o jantar. A receita escolhida estava na própria embalagem: Alheira à Brás, feita com batata palha, ovos, azeitonas, cebola e, é claro, muito azeite!

Antes de detalhar a receita, que ficou maravilhosa e todo mundo gostou (até o Ian, rs), vamos falar um pouco sobre este ingrediente, tão importante na culinária portuguesa. A alheira é um embutido feito a base de diversas carnes, pão e condimentos, que surgiu em Portugal no século XV. A sua origem está associada à perseguição e expulsão dos judeus por D. Manuel. As famílias mais abastadas conseguiram fugir, mas os judeus mais pobres acabaram ficando em Portugal e tiveram que se converter ao cristianismo (transformando-se nos chamados "Cristãos Novos"). Embora ainda mantivessem sua crença e hábitos anteriores (como, por exemplo, não comer carne de porco), para "convencer" os portugueses de sua conversão, começaram a produzir embutidos defumados com carnes de galinha, coelho e outras caças. Assim surgiu a alheira. Para saber mais sobre a origem da alheira, acesse o blog português "Lendas e Narrativas".

Atualmente a alheira é produzida com carne de porco e a mais tradicional de Portugal é produzida em Mirandela, região de Tras-os-Montes, considerada uma das 7 Maravilhas da Gastronomia de Portugal (juntamente com o Caldo Verde, as Sardinhas Assadas, o Queijo Serra da Estrela, O Leitão da Bairrada, o Arroz de Marisco e o Pastel de Belém). Só estranhei não ver nenhum prato com bacalhau entre as 7 Maravilhas... Como pode o Bacalhau com Couve Tronchuda da minha mãe ter ficado de fora, rs?? Acabei de incluí-lo como a oitava maravilha!!

A produção em Mirandela ainda é caseira, como mostra o vídeo abaixo (só fiquei curiosa com o fato de haver um sofá ao lado do defumador... E as alheiras penduradas em um cabo de vassoura, logo acima... Bem "caseiro" mesmo!!! Fiquei imaginando como deve ser o cheiro do tal sofá... E das pessoas que costumam ficar sentadas nele... rs).



Obviamente o meu desafio não chegou ao ponto de preparar o embutido e defumá-lo em casa (até porque eu não pretendo que meu sofá seja defumado também... kkkk). Mas realmente fiquei com vontade de ir a Mirandela acompanhar o preparo desta iguaria!! Fica o desafio para uma próxima viagem a Portugal! Mãe, que tal? Se você for antes de mim, passo este desafio para você!!

Alheira à Brás





2 comentários:

  1. Oi Bia! Adorei seu blog!
    Adoro cozinhar, todas as comidas que provo já vou pensando em como é que se faz! Na maioria das vezes dá certo, em outras nem tanto!
    Me diverti lendo seus desafios!

    ResponderExcluir
  2. Querida Camila, que bom que gostou!!! E boa sorte com seus desafios! bjs!

    ResponderExcluir