terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

DESAFIO: Preparar uma receita original de Quibe Assado!

Quibe Assado
Quando resolvi fazer um Jantar à moda árabe, o prato principal escolhido foi o Quibe! E, olhando diversas receitas, descobri que, com a mesma massa de carne e trigo é possível preparar o Quibe Cru, o Quibe Frito e o Quibe Assado! Outra descoberta: o Quibe frito e o quibe assado tem um recheio, também feito de carne moída, cebola, especiarias e... SNOUBAR! Mais pesquisas e descobri o que era o tal Snoubar: uma pequena e arredondada noz, também conhecida por Pinoli (o mesmo que é utilizado na cozinha italiana, para fazer o tradicional molho pesto)! Outro tempero a ser adquirido para o desafio do Quibe era a Pimenta Síria, aromática e pouco picante, mas com um sabor inconfundível!

Minha ideia foi preparar o Quibe Assado, por ser mais "light" e porque nem todos aqui em casa gostem do Quibe Cru (que eu, particularmente, sou fã). Fez parte do desafio seguir uma receita bem tradicional, incluindo todo o processo de moagem da carne, do modo como é feito na culinária árabe (onde a carne é moída juntamente com o trigo, a cebola e os temperos).

O processo de moagem só foi possível porque comprei, juntamente com a minha maravilhosa batedeira Kitchen Aid, o acessório para moer carne (já utilizado anteriormente para fazer um recheio de vitela de um Tortellini).

Snoubar
Voltando ao Snoubar, ou Pinoli, eu já sabia o que me esperava... Lembram do Bolo de Limão Siciliano do Jamie Oliver que levava pinoli e eu "arreguei" quando fui comprar e acabei substituindo por lascas de amêndoas? Pois é... o tal snoubar custa $220 o quilo!! Mas, desta vez, tirei os escorpiões do bolso e rumei ao Mercadão, decidida a investir no meu desafio... Chegando ao box da D. Helena, não foi surpresa quando descobri que o snoubar não havia baixado de preço... Os assustadores R$220,00 continuam a assombrar os consumidores incautos... E o pior: a D. Helena vende um mínimo de 50 gramas de qualquer produto a granel... E eu só precisava só de 30 gramas para a receita!! rs... Lá fui eu falar com ela e pedir para comprar uma quantidade menor, já que o produto estava custando "os olhos da cara"!! Ela, um pouco a contragosto, afinal, "regras são regras", cedeu e eu acabei comprando 30 gramas, que me custaram a bagatela de R$ 7,50! Era um saquinho mínimo que eu guardei com todo o cuidado na bolsa (com medo de um assalto, afinal, algum meliante poderia estar à espreita do portador desta preciosidade...). Comprei também a  Pimenta síria e segui para casa (tomando todas as precauções para não ser seguida...rs)

A carne, também comprada no Mercadão, era uma linda peça de coxão mole totalmente sem gordura, pronta para ser devidamente moída. A receita dá para 4 pessoas, bem famintas!

Quibe Assado

Para a massa
  • 750 gramas de coxão mole ou patinho
  • 1,5 xícaras de trigo
  • 1/2 cebola cortada em pedaços
  • sal e pimenta síria a gosto
Para o recheio
  •  250 gramas de carne moída
  • 1 cebola em fatias finas
  • 30 gramas de snoubar (ou pinolis)
  • 2 colheres de sopa de manteiga
  • sal e pimenta síria a gosto
  • 1 colher de sopa de manteiga para a finalização
Primeiro, coloque o trigo em uma travessa e encha de água. Deixe assentar e escorra a água. Repita este procedimento umas 3 ou 4 vezes, até a água sair bem limpa.


Passe a carne pelo moedor por duas vezes. Misture o trigo, os temperos e a cebola e passe novamente pelo moedor.



Prepare o recheio. Aqueça a manteiga em uma frigideira grande e frite os snoubar até ficarem dourados. Retire e escorra em papel toalha. Na mesma frigideira, frite a cebola em tiras até ficar dourada e acrescente a carne. Deixe refogar até a água secar. Tempere com sal e pimenta síria e reserve.




Aqueça o forno a 200 graus. Unte uma assadeira ou pirex com manteiga e coloque metade da massa de carne com trigo e vá ajeitando com as mãos molhadas em água gelada. Cubra com o recheio de carne e cebola e cubra com a outra metade da massa. Faça cortes na superfície formando losangos ou quadrados e, com o dedo mínimo, faça um buraquinho no meio de cada quadrado, preenchendo-o com um pedacinho de manteiga. Leve para assar por 20 minutos.





Na hora de servir, corte os pedaços do quibe e sirva com rodelas de limão!! Como acompanhamento, sirva com Coalhada e Pepino, Homus, Babaganuj e Tabule, além do delicioso pão sírio, é claro! Bón Appetit!

Quibe Assado

Um jantar a moda árabe! Das Mil e Uma Noites!!

14 comentários:

  1. Bia querida, que receita maravilhosa! Eu estava desejando muito um kibe mas näo tinha idéia de como preparar aqui em Viena. Assim que sair da minha dieta da proteina semana que vem, vou comemorar a perda dos meus kilinhos comendo o seu kibe. Um beijo grande e obrigada por nos presentear com suas receitas fabulosas. Bjs

    ResponderExcluir
  2. Querida Luzia!! Que bom ter notícias suas! E quando preparar o Quibe Vienense, me conte como foi, ok?? beijos! Bia

    ResponderExcluir
  3. Talvez o maravilhoso mercadão não seja o local adequado para comprar os pinoles...já tentou do outro lado, na rua santa rosa??? tente e talvez vc descubra valores e produtos q te deixarão de boca aberta...abraços Zilda

    ResponderExcluir
  4. Zilda, obrigada pela dica! Mas o Mercadão mencionado é do de Santo Amaro, e não o do Centro... Abraços!!

    ResponderExcluir
  5. Amei a receita e farei essa semana. Você tem ideia da quantidade de trigo em gramas? A massa para o kibe cru é a mesma né? Muito bacana seu blog!

    ResponderExcluir
  6. Erika, boa sorte com a receita! A quantidade aproximada do trigo em gramas é de 230 gramas. E a massa do kibe cru é a mesma! beijos, Bia

    ResponderExcluir
  7. Olá, cheguei aqui procurando no Google uma receita de kibe assado e era exatamente este que eu queria fazer, obrigada por compartilhar.

    ResponderExcluir
  8. Parabens pelo blog, otima receita vou corendo preparar meu quibe.

    ResponderExcluir
  9. Parabens pelo blog, otima receita vou corendo preparar meu quibe.

    ResponderExcluir
  10. ola duvida se eu quiser substituir
    o Snoubar com outro ingrediente e qual seria

    ResponderExcluir
  11. Islandia, ótima pergunta! Afinal, o snoubar é difícil de encontrar e caro demais! Substitua por castanha de caju picada! Abraços, Bia

    ResponderExcluir
  12. Olá Bia!!!
    Adorando seu blog, sou nova por aqui!!!
    Vc deixou a massa do trigo descansar ou só fez o processo das lavagens?
    Obrigada!!!

    ResponderExcluir
  13. Vanessa, é só a lavagem mesmo, pois o trigo não deve absorver água, mas sim o líquido da carne, para ficar mais saboroso! O processo de "deixar de molho" ocorre na receita de Tabule!! Um grande abraço e volte sempre!

    ResponderExcluir